Vigésimo quarto dia: Espera no Aeroporto de Zurique

Bom, chegamos até aqui — com algum atraso, é verdade, mas estamos aqui. O vôo deveria sair de Genebra às 15h35 e acabou saindo às 16h10. Mas cerca de 17h estávamos em Zurique, também coberta de neve. Nosso vôo para o Brasil está previsto para as 22h40. Assim, estamos aqui na Lounge da Star Alliance. Já experimentei um risoto milanês e um macarrão asiático (comi pouquinho), e estavam bons. Peguei uma Amarula para a Paloma, pois é uma das poucas bebidas alcoólicas de que ela gosta (além de vinho do Porto).

Ficamos pensando na série de coincidências (ou seria a Providentia Divina Specialissima?) que aconteceram antes. Nosso vôo de Genebra para cá seria às 21h. Mas teríamos de sair do hotel às 11h. Com custo consegui uma extensão de duas horas. À 1h saímos. Porque estava nevando, e as ruas estavam inandáveis, decidimos ir direto para o aeroporto. Pegamos um taxi.

Quando chegamos, o aeroporto estava um caos. Mas descobri um guichê de checkin para First Class, Business Class e Star Alliance Gold, sem ninguém. Fui lá e a moça disse que faria checkin antecipado, para que a gente se livrasse das malas. Como a Paloma havia ficado para trás guardando as malas, voltei, peguei a Paloma e as malas, e voltei para o guichê, driblando as inúmeras filas que perfilavam para atendimento nos guichês de atendimento normal.

Lá a moça com quem havia conversado nos passou para a atendente do lado, que era uma angolana, chamada Cindy (pelo menos esse era o nome de guerra no crachá) e que, ao ver os passaportes, nos atendeu em Português. Perguntou-nos se preferiríamos embarcar mais cedo para Zurique. Dissemos que sim. Ela nos informou que o vôo seguinte era o das 14h40, mas que estava lotado. Colocou-nos no seguinte, das 15h35.

Passamos pela a verificação de bagagem por uma entrada preferencial, sem fila, e fomos para a Star Alliance Gold Lounge. Poucos minutos depois, vimos no monitor que o vôo das 14h40 havia sido cancelado… Contei a história no post anterior.

O cancelamento do vôo das 14h40 não afetou o nosso, que começou a ser embarcado na hora certa. Só saiu com atraso porque foram necessários procedimentos de segurança como descongelamento dos flaps das asas, etc.

Fico me perguntando: por que essas coisas parecem dar sempre tão certo?

Agora estamos aqui na lounge do Aeroporto de Zurique, comendo, bebericando, mexendo na Internet (uma hora gratuita — depois, pagam-se 5 Francos Suíços por uma hora ou 9 Francos Suíços por 4 horas.

Espero que tudo continue a dar certo assim na etapa final da viagem. Estamos com saudades de casa, das meninas, dos parentes, dos amigos.

Vou parando por aqui. Acho que já disse tudo que tinha a dizer até agora. Depois de chegarmos em casa, darei um fechamento a este blog.

No Aeroporto de Zurique, 19 de Janeiro de 2013

Eduardo Chaves

Anúncios
Esse post foi publicado em Brasil. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s